Ser um Bom Gestor



Alguma vez se interrogou sobre o que é que faz, como gestor?
A gestão pode parecer vaga e cheia de variáveis irritantes, até ao ponto do caos. Não é tão concreta como definir as características de um produto, ou criar relatórios…


Então, o que é que os gestores fazem?
A lista seguinte clarifica o papel do gestor.
Algumas destas capacidades parecem simples, mas são mais difíceis e exigentes do que parecem, à primeira vista. A sua excelência na gestão depende tanto dos objectivos que selecciona, como da técnica que usa para os alcançar.


1. Comunique de forma clara e cuidadosa

A comunicação está subjacente a todas as outras competências de gestão e é uma componente essencial do seu sucesso. Nunca encontrará um bom gestor que seja um mau comunicador e, muitas vezes, pode encontrar as raízes do seu insucesso numa má comunicação.

Da comunicação vem comunidade. A forma como comunica com as pessoas não só dá informação, como também estabelece o tom para a cultura do seu departamento.
Quando fala duma forma objectiva, positiva e encorajadora, está a criar uma atmosfera de apoio e desenvolvimento dos seus colaboradores.
Ao dominar esta competência, vai eliminar uma vasta gama de problemas interpessoais e criar uma cultura que fomenta o que há de melhor nas pessoas.



2. Canalizar a informação através dos canais correctos...

Como gestor, você é um distribuidor de informação corporativa. Passa informação dum lado para o outro, filtrando o conteúdo de forma apropriada. A comunicação é o sistema de ligação, dentro da empresa e você é quem mantém o fluxo.
A forma como desempenha esta função pode afectar o desempenho da sua equipa, bem como certos grupos e pessoas chave vos percepcionam.
Por exemplo:
• Quando passa aos membros da sua equipa, informação chave sobre a indústria ou a organização, mostra-lhes a visão geral, ajudando a motivá-los a alcançar objectivos e a tomar decisões sustentadas.
• Quando informa os seus superiores das contribuições realizadas pelos membros da sua equipa (bem como das suas necessidades), promove o valor dessas pessoas e justifica os recursos necessários para as suas funções.
• Quando partilha informação sobre as necessidades e sucessos da sua equipa, com outros departamentos da empresa, promove a visibilidade e reconhecimento da sua equipa dentro da organização.
Canalizar informação é uma demonstração visível da sua competência profissional.



3. Alinhar os Recursos Humanos pela estratégia da empresa

Dado que é aquele que está à frente de todos, é o que tem a melhor visão do fim a alcançar.

É a si que compete direccionar a sua equipa para o destino estabelecido pela empresa.
Pegue na visão, missão e objectivos da sua organização: divida-os em objectivos que sejam mensuráveis, realizáveis e criativos, em função dos grupos ou indivíduos que esteja a gerir.

Por outras palavras, crie um plano. Depois, dirija as pessoas no caminho da missão corporativa.


4. Motive a sua equipa para atingir objectivos

Uma equipa motivada pode alcançar muito mais, com muito menos. A motivação não é apenas dinheiro e incentivos, apesar destes desempenharem um papel chave. Apesar de procurarmos auto-motivação nos membros da nossa equipa, a motivação também parte do líder, sob a forma de inspiração. É sua função motivar a equipa.
Crie uma equipa, inspirando-a a alcançar objectivos estimulantes, num ambiente de trabalho sem forças antagónicas.

A sua função é apontar o caminho e limpá-lo de obstáculos.


5. Gestão de prioridades e de tempo

Alguém tem de prestar atenção a todos os factores… Alguém tem de estar numa posição mais recuada, observando, avaliando e pressionando esses factores, em determinados momentos. Esse alguém é o gestor, ou seja, você… Nas trincheiras dum projecto, é difícil saber conjugar as tarefas com as exigências e prazos das diferentes pessoas.

Para além disso, cada um deles considera o seu projecto mais importante do que os da restante equipa.
Os bons gestores exercem uma gestão de tempo disciplinada, quer para si, quer para as pessoas que lhes reportam. Comece por gerir o seu próprio tempo e prioridades, ultrapassando qualquer inclinação para a inércia ou para adiar temas.

Depois, ajude a sua equipa a ultrapassar os deles



6. Monitorizar e coaching do progresso


Claro que não pode apenas atribuir tarefas, motivar as pessoas e depois sentar-se á espera de relatórios sobre o progresso.

Os projectos caem, se não forem monitorizados.
Como gestor, tem de monitorizar constantemente o progresso, falando com as pessoas e fazendo o levantamento dos problemas ou obstáculos. Invista num acompanhamento desde o início, para que os membros da sua equipa saibam que lhes vai perguntar sobre a situação actual dos seus projectos e quando espera que eles alcancem os objectivos.
Uma equipa deixada sozinha não vai alcançar tanto como uma equipa a quem é feito um coaching personalizado, levando-os até ao sucesso.



7. Avalie resultados

O resultado final do seu trabalho são os resultados da sua equipa. Precisa de avaliar o seu sucesso, avaliando o alcance de resultados. Geralmente, as organizações avaliam os resultados através de avaliações de desempenho.
No entanto, as avaliações de desempenho nem sempre motivam e recompensam o mérito, como seria de esperar. Muitas vezes, são motivo de stress e de desânimo. Contudo, as suas acções podem mudar a forma como a sua equipa vê as avaliações de desempenho e respectiva utilidade.
Se abordar as avaliações na perspectiva do funcionário (e não como um juiz), vai ajudar as pessoas a triunfarem, em vez de julgar o seu carácter. Veja o tema sobre este prisma: como gestor, é sua responsabilidade apontar aos membros da equipa os pontos a melhorar, como podem ir de encontro aos objectivos da empresa e como podem ascender na organização; é o líder da sua equipa e eles contam consigo



8. Resolva conflitos

Os conflitos são stressantes – e ocorrem em todos os locais de trabalho.
Apesar das nossas melhores intenções, eles não desaparecem. Ninguém gosta de trabalhar em ambiente de guerra, mas poucas pessoas têm formação em gestão de conflitos.
Aprenda os princípios e as práticas da resolução cooperante de conflitos, demonstre essas capacidades e ensine-as à sua equipa. Quando reduzir a fricção que impede a produtividade no local de trabalho, vai estimular uma maior cooperação e o alcance mais fácil de resultados, melhorando a qualidade de vida no ambiente de trabalho.



9. Desenvolva as capacidades da sua equipa

As exigências actuais que a sua equipa enfrenta não serão as mesmas no futuro.
“A sobrevivência do mais forte” não se refere à força física, à inteligência ou às competências, mas sim à melhor capacidade de adaptação ao meio envolvente.
Como gestor, deve antecipar o contexto futuro e desenvolver as competências necessárias. Isto inclui, quer as suas capacidades pessoais, quer as da sua equipa.


10. Recrute capacidades complementares

Não conduza a sua equipa ao falhanço, apenas porque não lhes dá as ferramentas e formação necessárias para desempenharem as suas funções.
Quando recrutar, procure as capacidades e competências que não existem no seu grupo e de que este necessita para avançar.



11. Quando ser colega e quando ser gestor

Os gestores novos tendem a ser do tipo que arregaça as mangas e faz ele mesmo o trabalho, quando as circunstâncias o exigem. Muitas vezes, é mesmo necessário fazê-lo e não devemos recear tomar a iniciativa.
Contudo, não podemos fazer o trabalho de todos os membros da nossa equipa, substituindo-nos aos mesmos. Temos de nos focar nas nossas tarefas, enquanto os guiamos e ajudamos a realizar as suas.



Conclusão

Leve a sua equipa ao sucesso.
Um gestor é alguém que melhora os desempenhos, criando sinergias entre os diferentes actores e fazendo com que o todo seja maior que a soma das partes.
Quando bons gestores unem as pessoas, estabelecem a direcção, motivam, comunicam, apoiam e eliminam obstáculos, a energia dos diferentes indivíduos concentra-se num movimento para a frente: tudo devido ao seu líder.

E esse líder é você: é essa a sua função.

5 comentários:

nelo_bauca@hotmail.com disse...

eu tambem sewrei um bom gestor

stenio lourenço disse...

boas... gostei muito de ver essa pagina sobre como ser um bom gestor de RH... estou no 1º ano e penso qe nao estou 100% preparado porque devido a minha timidez i falta de comunicaçao para um publico, sinto qe nao estou preparado... o que tenho de fazer para ultrapassar isto?

big boy bad disse...

vou começar um curso de gestao de pessoas, e gostei muito das dicas, que aqui eu vi. obrigado

big boy bad disse...

rosa maria; eu gostaria de receber dicas no meu e-mail sobre o curso de gestao de pessoas, roza_nega@hotmail.com, desde ja agradeço com imenso carinho

Ana Andreia disse...

gostei muito das dicas cá deixadas, sou apaixonada por esse curso, razão pela qual já me formei nele, farei das dicas mais uma página para o meu vocabulário de recursos humanos.